EraTransmidia na Transmedia Week 2018

Vamos contar um pouco sobre o que rolou na Oficina de Criação de Projetos Transmídia, com Mariana Castro Dias, integrante da EraTransmidia no Rio de Janeiro realizada no dia, 22 de março, no IBMR Barra,.

A TW é um evento de nível global, que reúne pessoas do mundo todo para se dedicarem a propagar a transmídia por meio de encontros e eventos diversos. A EraTransmidia, como de costume, se mobilizou Brasil adentro para fazer parte desse mapa de trocas de experiências em transmídia. Como o tema deste ano é Educação, a oficina teve como foco a formação de estudantes e profissionais de diversos seguimentos como: comunicação, tecnologi da informação, publicadade e outros. Foi abordado a  produção de conteúdo ficcional transmídia, reunindo uma galera super participativa, que soube aplicar muito bem todo o conteúdo apresentado na oficina. Tratou-se da aplicação prática do conceito transmídia como processo de educação e formação técnica.

Participantes da oficina durante o exercício prático. Foto: Mari Dias.

Na parte teórica foram apresentados conceitos gerais sobre storytelling, tais como ideia, tema, ação dramática, desenvolvimento de personagens, e criação de universo e transmídia, detalhando suas características, especificidades e como essa forma de contar histórias pode agregar valor a uma narrativa. Distinguimos o termo transmídia de outros com os quais muito se confundem, como a Crossmedia e Multimídia.

Foram apresentados casos como The Lizzie Bennet Diaries, Skam e precursores como Matrix, Star Wars, o universo criado ao redor de Oz e o media mix japonês. O projeto próprio, Desnorteadas também foi apresentado a fim de revelar alguns dos principais desafios na hora de por a mão na massa. Durante a parte prática da oficina, os participantes tiveram que adaptar livremente, mas de maneira transmídia, a narrativa clássica de Alice no País das Maravilhas. As Alices atualizadas se tornaram youtubers, seja de beleza ou de ativismo vegano ou mesmo empreendedoras, compartilhando com o público como fazer para ter sua própria empresa. Souberam construir seus objetivos e conflitos e montaram um planejamento para ações nas diferentes mídias escolhidas.

Mari Dias explicando a dinâmica. Foto: Mari Dias.

Mariana Dias, é doutoranda em Comunicação Social na PUC-Rio e membro da EraTransmidia. Seu foco de estudos são narrativas ficcionais transmidiáticas, tema de sua dissertação de mestrado realizada na mesma universidade. Mari também é idealizadora da série transmídia, Desnorteadas que está sendo desenvolvida nas redes sociais e canais do YouTube.