Série transmídia independente de 05 episódios conta a história de quatro amigas que buscam seu lugar no mundo

Quando você era pequena provavelmente imaginava que depois de se formar, tendo estudado em uma boa faculdade e feito curso disso e curso daquilo, facilmente encontraria aquele lugar em que você se sentiria realizada, de quebra ainda conheceria aquele cara incrível, um vulgo príncipe encantado… #SQN. Você cresceu, mas não tem nada no lugar, o mundo se transforma a todo instante, de modo acelerado: não é possível planejar uma carreira e quase tudo é transitório, até os relacionamentos. Assim é até difícil saber aonde se quer chegar, mas uma coisa é certa: suas amigas estão sempre lá. Não seria então perfeito chamá-las para um projeto contigo?

Protagonistas da Série

Na série Desnorteadas, a personagem Tori junta suas melhores amigas, Drica, Brenda e Dani em um canal do YouTube que fala sobre relacionamentos no mundo atual. A série, que conta com 05 episódios, compreende o momento em que as Desnorteadas decidem contratar a coach Lucy Vasconcelos para ajudá-las a fazer o canal crescer. Mas, o sucesso não depende só da ajuda dela: objetivos pessoais divergentes das personagens podem abalar a continuidade do projeto.

Os episódios têm entre 10 e 15 minutos de duração e estreiam sempre aos domingos, de 08/11 a 06/12, às 19 horas no YouTube (www.youtube.com/desnorteadas). Outros conteúdos complementam a série, entre eles episódios do programa chamado “Manual do Relacionamento”, lançados às terças às 21 horas, no mesmo canal do YouTube. A história é contada em diferentes plataformas de mídias digitais que se complementam, entre elas o Instagram (www.instagram.com/desnorteadas_dna).

O projeto

E se a ficção imita a vida e a vida imita a ficção, assim como Tori, quatro anos atrás, Mariana Dias, que interpreta essa personagem, convidou suas amigas também atrizes e produtoras Isabella Dionísio, Mariana Campitelli e Angela Molinari para fazerem um projeto que falasse sobre questões e conflitos que vivenciavam em seus cotidianos, que abordasse seus sonhos e medos. Ela acabara de defender seu mestrado em Comunicação Social na PUC-Rio, onde estudou narrativas transmídia, que são histórias que apresentam conteúdos complementares em diferentes mídias, formando um universo narrativo mais amplo. Então propôs que pensassem em algo nesse formato.

Em 2016, fizeram o seu primeiro post e, ao longo desses anos até o presente momento, foram produzindo conteúdo para as redes, na expectativa de lançar a série que se pretendia ser a mídia principal. Isso foi tocado em paralelo com diversas outras atividades, já que o projeto não dispunha de nenhum recurso financeiro.

Na realidade, suas idealizadoras achavam que iriam lançar a série ainda em 2016, mas a trajetória de projetos independentes pode ser repleta de imprevistos e desafios, exigindo extrema perseverança e capacidade de adaptação ou até de reinvenção. Mariana Dias, por exemplo, depois de ver entrar e sair muitos roteiristas no projeto, foi fazer cursos de roteiro para escrever a série e, depois disso, outros roteiristas também se ofereceram para serem colaboradores. No fim de 2018 tinham um roteiro pronto para filmar, mas que ainda viria a sofrer transformações até as gravações em dezembro de 2019 e janeiro de 2020.

A pandemia trouxe também novos desafios, não só para a fase de finalização, mas também para a própria estratégia do projeto. A ideia sempre foi criar com as redes um realismo imersivo. Mas, estando as personagens em um momento pré pandemia, se aglomerando, sem nenhum tipo de proteção, isso pareceu eticamente complicado, podendo agredir aqueles que ainda estão em casa, se privando do convívio social. A solução foi fazer o contrário: deixar claro na transmídia de que os conteúdos postados são ficcionais e que foram gravados antes de tudo isso acontecer. Dessa forma, nossa série se tornou um convite a uma viagem no tempo, uma volta ao nosso passado recente que agora parece por vezes distante. E, no retorno ao presente, que tal a reflexão sobre o que buscávamos e o que permanece? Ou sobre o que ainda queremos para esse futuro que esperamos?

Desnorteadas é uma série despretensiosa e leve, mas que não deixa de abordar questões pertinentes ao seu contexto. De caráter totalmente independente, a série contou apenas com um pequeno financiamento via crowdfunding. Além disso, uma equipe técnica competente acreditou no projeto, garantindo a qualidade. Foram parceiros experientes, que acumulam trabalhos na TV e no teatro. Além de ter no elenco principal Isabella Dionísio (Globo, Record, Multishow), Camilla Carandino (Globo) e Mariana Cysne (Record), a série teve a participação especial de Pedro Ottoni, Luiz Machado, Beto Carramanhos e Simone Soares, entre outros. A música tema é cantada por Mari Bodas (The Voice Brasil), que também faz uma participação na série.

Personagens em cena do primeiro episódio

A ideia é que essa mini-temporada de 05 episódios possa funcionar como uma primeira temporada piloto, deixando espaço para o desdobramento de novas histórias e conflitos.

Sinopse

Desnorteadas é um projeto transmídia, um convite para acompanhar a vida das personagens principais, Tori, Dani, Drica e Brenda, em diferentes plataformas. As personagens buscam conquistar seu lugar em um mundo que exige visibilidade constante nas redes sociais para se demonstrar valor, em que planejar uma carreira se choca com a total instabilidade e no qual os relacionamentos amorosos são, em geral, superficiais e transitórios. Nessa jornada, sua grande bússola é a amizade. As quatro amigas possuem um canal no YouTube que representa para elas não só um ofício, mas, principalmente, uma oportunidade de estarem juntas. Ansiosas por fazer o canal crescer, contratam a coach Lucy para ajudá-las. Mas o sucesso não depende só da ajuda dela: objetivos pessoais divergentes das personagens podem abalar a continuidade do projeto.  A série trata de assuntos cotidianos de personagens que vivem no Rio de Janeiro e que tiveram todas as oportunidades de estudo para serem “alguém”, mas que, mesmo assim, se sentem desnorteadas.

Serviço:

DESNORTEADAS

Onde: www.youtube.com/desnorteadas*
Data de Estreia dos episódios: aos domingos, de 08/11 a 06/12.
Horário: 19 horas  
Acesso: Gratuito
Duração: de 10 e 15 minutos por episódio.
Classificação: Livre
Gênero: Dramédia
Contato: desnorteadas.serietransmidia@gmail.com | +21 998922537

* Outros conteúdos da série podem ser encontrados em outras plataformas digitais como:

Site: www.desnorteadas.com.br
Instagram: www.instagram.com/desnorteadas_dna
Facebook: www.facebook.com/desnorteadas

Texto/Divulgação: Mariana Dias (Desnorteadas)
Revisão e publicação: Jaqueline Oliveira (Eratransmidia)