Além das campanhas com Inteligência Artificial, agora teremos o primeiro filme produzido com tecnologia IA nesta nova era transmidiática: “Impossible Things”!
Estamos vivendo um marco na indústria da economia criativa, uma coisa que antes era inimaginável, do ponto de vista de criatividade, agora está se tornando uma ferramenta para marcas, agências e produtoras criarem suas inovações! Seria o fim dos empregos nesta economia criativa? Ou seria o começo do novo perfil do criativo e maker das startups?
Antes de falarmos sobre o novo filme com IA, quero relembrar essa competição que ocorreu ano passado no Japão:
Tudo bem que a experiência de IA da McCann, não foi um sucesso, o homem, um diretor criativo “Mitsuru Kuramoto” ainda foi melhor que a IA (54% x 46%)…. mas isso é questão de horas de desenvolvimento de software e programação no apreendizado da rede de neurônios artificial, em alguns dias já teremos campanhas “robotizadas” em todas as agências… filmes “robotizados”… artes “robotizadas”…em museus e espalhadas pela cidade… alguém discorda? Faça seus comentários no nosso grupo de discussão: www.facebook.com/groups/transmidia
      fonte: https://goo.gl/QsstO4
Diretor Criativo x IA
Diretor Criativo de uma agência x Robo IA (Inteligência Artificial)
Bom, agora, em 6 meses teremos o primeiro filme produzido 100% em IA, entenda por que a era transmídia, é uma era de empoderamento tanto da audiência quanto das máquinas:
Produtores do primeiro filme a usar inteligência artificial (IA) para ajudar a desenvolver o storyboard, reviravolta no enredo e mostrar qual o melhor mercado, demograficamente, para tornar o produto acabado um sucesso.
Lançaram uma campanha no Kickstarter (link abaixo) que conseguiu apoiadores, e já atingiu a meta de arrecadação de fundos, para a essa nova aplicação da tecnologia de IA na produção de filmes. A previsão é que o filme Impossible Things, “em português, Coisas Impossíveis” com IA chega em Outubro/2017.
“Nosso software de IA pode fornecer insights poderosos para todos os envolvidos na produção do filmes”, disse o Fundador da Greenlight Essentials, o CEO Jack Zhang. “Ele não só avalia e sugere tramas e desvios, ele também sugere que tipo de atores e atrizes estarão no filme, e podem ser mais atraente para o público, o algorítmo inteligente especifica também a trama e combinações de elenco e até mesmo nos ajuda a encontrar o mercado-alvo certo para o filme ser bem sucedido.
Zhang, um matemático que trabalhou anteriormente na indústria de tecnologia e finanças, criou e desenvolveu o processo analítico de dados pendentes de patente para iniciar a produção de Coisas Impossíveis – um filme de terror que o software de IA indica que será muito bem sucedido entre as espectadores de cinema menores de 25 anos de idade.
Coisas Impossíveis - Primeiro filme feito em IA
Coisas Impossíveis – Primeiro filme feito em IA (Inteligência Artificial), seria uma produtora Robo da Economia Criativa?
“Coisas Impossíveis foi projetado com nossa IA, que pode entender a relação entre as partes do filme e o gosto do público”, disse Zhang. “Usamos isso para gerar a premissa e os pontos-chave do filme. A solução ainda nos disse que se quiséssemos igualar o gosto da audiência, precisávamos fazer um filme de terror que incluísse tanto o fantasma e o relacionamento familiar, e que utilizar uma cena de piano e uma cena de banheira precisariam ser usadas no trailer do filme para aumentar a probabilidade do nosso público-alvo gostar”
Quando a companhia exibiu o trailer de Coisas Impossíveis em sua Página do Facebook, Zhang diz que as cenas-chave sugeridas pela IA “explodiram”, com mais de 100.000 visualizações, além de comentários muito positivos de fãs nesta faixa etária.
Zhang diz que ele criou a idéia de usar IA porque “o processo criativo tradicional usado hoje na produção de filmes não tira proveito da grande quantidade de dados e informações disponíveis hoje”.
Um pouco mais de 85% dos filmes feitos hoje não geram lucros de bilheterias, o que é resultado de um descompasso entre os filmes produzidos e o gosto do público”, disse ele. “Com Coisas Impossíveis, o que você está vendo é a fusão de Big Data e de produção audiovisual para resultar em um produto de entretenimento que vai entreter e ser bem sucedido com um determinado segmento de cineastas”.
Dependendo do seu nível de contribuição no crowdfunding do Kickstarter, os patrocinadores podem receber uma variedade de produtos e reconhecimento, incluindo:
    – Uma cópia digital do script
    – Um t-shirt exclusivo dos apoiadoresção do filme
    – Um t-shirt exclusivo dos apoiadores
    – Uma versão em DVD ou Blu-ray do filme com cenas excluídas raras
    – Acesso completo ao software Greenlight Essentials IA por seis meses para ajudar os criadores de filmes em potencial a desenvolverem seu próprio filme
    – Crédito na tela quando o filme for lançado
    – Um crédito de produtor associado quando aparecer na IMDB e em na capa do Blu-ray do filme
    – Dois bilhetes premier, para assitir ao filme em salas VIP*
    – Um misterioso objeto que foi usado no filme real
Para obter mais informações e para apoiar este projeto e fazer parte da história do filme, visite a página no Kickstarter do Greenlight Essentials Impossible Things Crowdfunding: https://goo.gl/dFFCCr
Para obter mais informações, visite http://www.glessentials.com
 
Fonte: WATERLOO, ONTÁRIO (via PRWEB)
Tradução e comentários de Rodrigo Arnaut, diretor de Negócios na Associação EraTransmídia: