Retrospectiva EraTransmidia 2016

Parte da equipe #EraTransmidia no Festival Path

Parte da equipe #EraTransmidia no Festival Path

Último dia do ano. Hora de avaliar os últimos 365 dias para começar uma nova etapa com tudo zerado. A EraTransmidia também para nesse momento e faz uma retrospectiva de 2016. Um ano movimentado, sem dúvidas, e com avanços rápidos em tecnologias usadas para entretenimento e storytelling. Indo além, foi surpreendente ver como esses novos desenvolvimentos foram rapidamente absorvidos pelo público.

2016 foi o ano em que a Realidade Virtual se aproximou das pessoas. O ano em que o Pokemón Go colocou o termo Realidade Aumentada no vocabulário de adultos e adolescentes. Em paralelo, o Big Data continuou sua escalada na importância que assume na condução de negócios e observação de tendências e comportamentos. Já a web física, chegou com sutileza, impulsuionando startups e começando a espalhar beacons por cidades brasileiras. Os chat bots, por sua vez, mostraram que chegaram para ficar. Ah, não podemos esquecer do Watson! alguns caem de amores por ele, outros temem suas habilidades. Fato é que ele foi uma das estrelas de 2016. 

Em meio a tudo isso, a EraTransmidia teve um de seus anos mais movimentados. Foram convites para muitos eventos e palestras. Nessas ocasiões firmamos novas parcerias e abrimos espaço para profissionais e empresas que compõem a associação.

eracampusComeçamos o ano em plena CampusParty! Lá nosso movimento foi pleno, e ocupamos tanto o palco como a plateia. Participamos de palestras, oficinas, e alguns membros falaram a uma audiência que só pode ser classificada como icônica.

Logo depois começamos a nos preparar para dois importantes eventos: o SXSW e o Rio Content Market. Como os dois costumam acontecer sempre na mesma data, decidimos que, em 2016, teríamos uma participação menor no RioContent a fim de concentrar força no SXSW.

Nosso plano ia além de visitar o festival e conhecer novidades para partilhar com os membro da EraTransmidia. Queríamos que essa oportunidade se refletisse além dos nossos círculos. Para isso, entramos em contato com veículos de imprensa para oferecer um serviço de cobertura jornalística. Essa experiência entrou para a nossa história. Formamos duas equipes, uma em Austin, outra em São Paulo. Enquanto a primeira se movimentava no festival, colhendo e enviando informações, a segunda transformava o material recebido em textos que eram enviados a veículos, como Meio & Mensagem, Revista Digitalks, IdgNow, entre outros. O trabalho em conjunto divulgou o nome da EraTransmidia e os posicionamentos da Associação no que tange a novas tecnologias, especialmente a análise das mesmas à luz do storytelling.

O SXSW abasteceu a EraTransmidia com novos conhecimentos e perspectivas mais claras a respeito das tendências em que focar ao longo de 2016. As pesquisas relacionadas a realidade virtual assumiram o destaque em nossa programação, o que foi muito bem recebido pelo mercado. Em função disso, firmamos novas e importantes parcerias, e fomos convidados a participar de vários eventos, tanto para levar experiência para o público como para passar nossos conhecimentos adiante em palestras e debates.

VR, sem limites de idade  / foto de Juliana Marques - Techinsider

VR, sem limites de idade / foto de Juliana Marques – Techinsider

Quando o Festival Path tomou as ruas de Pinheiros, tivemos nosso lugar reservado no Instituto Tomie Othake. Para lá, levamos cinco parceiros que abasteceram o público com realidade aumentada, vídeos 360 e dois tipos de experiências em realidade virtual. Deu tão certo que repetimos o formato na FITIC (Feira de Tecnologia e Inovação).

É claro que nossas antigas parcerias tiveram espaço em nossa agenda. Como sempre, participamos do CIHAT, da SET Expo e da Jornada Internacional GEMInIS, da UFSCar

Ah! Outros momentos especiais de 2016: Expo BRVR, 22° Semana de Tecnologia da AEAMESP e Expocine.

A Expo BRVR foi organizada pelo Fabio Hofnik e serviu como palco de lançamento da Revista Mundo360. O evento foi um show de tecnologia, com muito conhecimento passado em palestras e várias empresas demonstrando seus produtos. Quem compareceu passou um dia imerso em realidade virtual.

vídeos 360

Do alto da torre do pátio no Jabaquara, foram vários vídeos 360!

Já a  22° Semana de Tecnologia da AEAMESP, deu à EraTranmidia a oportunidade de filmar as operações do metrô em 360. O resultado final dos tres dias de filmagem foi um vídeo de cerca de quatro minutos, que os visitantes do evento puderam assistir.

Mas essa não foi a única experiência da EraTransmidia na prática de execução de projetos de filmagem em 360. Durante o Festival Path, usamos essa tecnologia para filmar a rotina de ciclistas que utilizam a ciclovia da região. A intenção também era experimentar, testar processos com aquela câmera que, à época, pouco conhecíamos. Quem assiste aos três vídeos finais (vídeo 1, vídeo 2, vídeo 3) entende porque algumas práticas e cuidados específicos precisam ser tomados nesse tipo de filmagem.

2016 também foi marcado por viagens, e Minas Gerais foi nosso destino mais frequente. Primeiro, membros da EraTransmidia de Sampa, Brasília e Porto Alegre foram ao MAX, em Belo Horizonte, onde realizaram várias palestras. Pouco depois, levamos o MAMP ao Pólo Audiovisual da Zona da Mata, em Cataguases. Por fim, nossa outra viagem pelas Minas Gerais foi para Santa Rita do Sapucaí, para participar do Hacktown. Lá, colocamos em prática um sonho que gostaríamos de levar ao SXSW algum dia: a Casa EraTransmidia.

Espaço cVRta, área dedicada realidade virtual no Curta Brasília

Espaço cVRta no Curta Brasília

Em 2016, os membros da Era estavam com rodinhas nos pés! Fomos para o Rio de Janeiro, onde Solange Eiko nos representous na mesa Transmedia Editorial, no Ciclo do Mercado Editorial – UERJ. Também estivemos na capital do Brasil, durante o CrutaBrasília, representados por Rodrigo Terra e Dimas Dion (de São Paulo) e por Ana Arrunda, que organiza o evento e lidera a EraTransmidia no DF.

Isso para não falar nas viagens que membros da Era fizeram mundo afora sem esquecer de abastecer o resto do time com informações quentes. Marilia Fredini esteve no NabShow (contamos aqui e aqui), e Rodrigo Terra foi aos VRDC (também contou aqui e aqui)

Selo ETM

Selo ETM

Mas nossa maior viagem foi com o Fórum Transmídia, durante a Transmedia Week, quando as ideias da EraTransmidia foram levadas a sete cidades brasileiras: Rio de Janeiro, São Paulo, Santos, Belo Horizonte, Porto Alegre, Ilhéus, Salvador. Em 2016, demos foco a Salvador durante a TW. A ideia era aproveitar o evento para fomentar a formação de um grupo na cidade, o que está em andamento. A turma da capital baiana está começando a conhecer a gente e a criar sua própria dinâmica – aliás, tema da última reunião que realizaram.

Já em Belo Horizonte, a Era continua firme, realizando reuniões semanais (quinta-feira,19h, Espaço 104, Centro). No Rio, Santos e Brasília, os grupos locais tiveram um 2016 sem grandes movimentos, mas marcaram presença em alguns encontros e na Transmedia Week. Já em Porto Alegre, algo começa a surgir, talvez num movimento semelhante ao que ocorreu, em 2015, em Salvador. Foi na TW daquele ano que a Era estreou na soteropólis, assim como, de 2016, demos alguns passos em POA.

Fechando os trabalhos de 2016, tivemos a eleição de nossa nova diretoria. Agora, esperamos 2017 com novos associados e muitos projetos. Que venha o ano novo!!

Be the first to comment on "Retrospectiva EraTransmidia 2016"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*



*

Translate »